quarta-feira, 25 de agosto de 2010

13 dicas básicas para as empresas que vão começar em mídias sociais

Eis algumas dicas básicas para as empresas que pretendem entrar no maravilhoso mundo das mídias sociais. Não é teoria não, são lições importantes de quem vem trabalhando com redes sociais corporativas nos últimos anos.

1- CULTURA
Esteja certo de que a cultura corporativa de sua empresa admite partir para um projeto de mídia social, que exige colaboração e transparência. Não caia na esparrela daqueles que falam que a implementação de mídias sociais numa empresa vai mudar a cultura corporativa vigente. Veja AQUI mais detalhes.

2- SUPORTE EXECUTIVO
Garanta o apoio, participação e envolvimento do time executivo (presidente e diretores). Algumas empresas adotam a estratégia de nomear "padrinhos" para projetos estratégicos, esta pode ser uma boa ideia para que o seu projeto tenha o acompanhamento de dois ou três executivos da empresa. Eles dariam suporte executivo, acompanhariam a evolução e agiriam no caso de surgir algum desvio ou se algo der errado.

3- GRUPO MULTIFUNCIONAL
Crie um grupo de trabalho para o projeto de mídias sociais com representantes de diversas áreas da empresa, como por exemplo: marketing, atendimento ao cliente, recursos humanos, vendas, fábrica, finanças e outras áreas que julgue importante. Tente evitar que o primeiro projeto de mídias sociais da empresa seja algo isolado, de uma área específica e sem o comprometimento de todos. Ter um grupo heterogêneo trará mais visibilidade e comprometimento da empresa.

4- OBJETIVO
Defina claramente o objetivo do seu projeto de mídias sociais. Tem que ter um objetivo, né? Não vale dizer que a meta é somente aumentar a colaboração entre os funcionários ou com os clientes. Tem que ser mais específico. Qual é o resultado que você pretende com o projeto? Abrir um canal de atendimento com os clientes? É geração de conteúdo? Será um canal de relacionamento com parceiros? É para geração de ideias? Enfim, deixe bem claro o que busca com o projeto. Após definir o objetivo central, tente desmembrá-lo em objetivos menores. Isso vai facilitar o planejamento. Por sinal, isso tem conexão direta com a forma como você vai medir o sucesso e a evolução do projeto.

5- ACESSO E ENGAJAMENTO

Desbloqueie o acesso às redes sociais e monitore o comportamento dos funcionários. Ou você acha que dá para lançar um projeto de mídia social dentro da empresa mantendo todos os funcionários presos às amarras? O sucesso de um projeto deste tipo depende totalmente do engajamento das pessoas, portanto, liberte-as.

6- O PRIMEIRO PASSO
Comece pequeno e dentro de casa. Sugiro fazer uma primeira incursão dentro da própria empresa, como por exemplo lançar uma rede social interna, um wiki ou um blog interno. Criar um ambiente contido para aprender e para se desenvolver é importante. Mas não fique afobado se nos primeiros meses o projeto demorar para decolar. É assim mesmo. Não se preocupe com a "síndrome do elefante indiano", ela vai ocorrer, tenha certeza disso. Mas aos poucos o projeto vai levantar vôo.

7- PLANEJAMENTO E FLEXIBILIDADE
Faça um planejamento. Não embarque nesta viagem sem saber onde deseja chegar, quando e como. Mas esteja preparado para rever e ajustar o seu plano. Trabalhe com flexibilidade todo o tempo. Esta é uma jornada de aprendizado.

8- GUIA DE USO
Estabeleça orientações de uso de mídias sociais, e que sejam claras e objetivas. A introdução de um guia é muito importante, é pré-requisito mesmo, mas não pense que os funcionários mudarão o comportamento por conta de um guia publicado. Veja mais sobre isso AQUI.

9- PAPÉIS E RESPONSABILIDADES
Crie uma equipe para tocar o projeto, mesmo que ela seja bem pequena, mas com papéis e responsabilidades bem claras.

10- COMUNICAÇÃO E APRENDIZADO
Trabalhe com o time de comunicação interna para desenvolver uma comunicação contínua frente às 3 principais preocupações dos executivos nos projetos de redes sociais corporativas: reputação da marca, vazamento de informações e perda de produtividade. Ou seja, tais preocupações podem ser endereçadas através do foco em esclarecer: qual é o objetivo da rede social lançada pela empresa, como tratar a informação que cada um possui e domina, e insistir no ponto que a rede social deve ser usada para atender os objetivos da empresa. Na minha percepção, o ponto mais crítico diz respeito ao tratamento da informação, ou seja, é importante desenvolver uma consciência nos funcionários de como tratar a informação que cada um possui, o que pode e o que não deve ser compartilhado. Este é um processo de aprendizado contínuo.

11- EMBAIXADORES
Crie um time de funcionários-embaixadores. Para as empresas que estão começando pode ser uma boa montar um grupo de 10 ou 20 funcionários, que participariam do projeto contribuindo com posts e comentários, ou seja, para fazer a rede social funcionar nos primeiros 3 meses. Este grupo agiria como alimentador de conteúdo de sua rede social. Eles seriam reverberadores e disseminadores do projeto, atuando como influenciadores e "stakeholders". Esta seria uma forma de garantir que o projeto realmente se mantenha aquecido nos primeiros meses.

12- MEDIÇÃO
Antes de tudo, não fique paranóico com as métricas. Ainda existe muita polêmica em como medir o sucesso dos projetos em mídias sociais. Basicamente, existem 3 dimensões que podem ser consideradas: número de menções, características e qualidade destas menções, e quem está falando de sua marca. Existe um outro conceito que é o engajamento, que é uma combinação de quantidade com qualidade, é entender o comportamento espontâneo e genuíno do cliente/usuário. Enfim, escolha um caminho para medir a evolução do seu projeto. Encontre AQUI um podcast onde este assunto foi conversado.

13- SURPRESAS
Esteja preparado para percalços e surpresas. A empresa não pode desistir no primeiro obstáculo ou problema. Será uma jornada de aprendizado contínuo. Prepare o espírito da moçada, especialmente do time executivo. Por isso é importante trabalhar com governança flexível. A dica de criar um grupo de embaixadores é importante, pois serão eles que vão segurar a onda diante dos imprevistos.

É isso aí. Agradeço que enviem feedback, mais dicas ou ideias via comentários. Somos todos aprendizes nesta viagem das mídias sociais nas empresas.

Digite seu email

Um serviço do FeedBurner

10 comentários:

Pedrovisky disse...

Excelente! Pela primeira vez em meses, encontro um texto que não é o velho e chato "mais do mesmo". Uma coletânea de dicas simples, diretas e extremamente pertinentes.

Tiago disse...

Muito bom o texto! Esclarecedor e motivador. Realmente algo que sai do "as redes sociais são maravilhosas"! Parabéns!

Dica: Como traçar um plano de ação e objetivos para as redes sociais de uma empresa?

Muito obrigado!

REPÚBLICA EM AÇÃO disse...

Instigante e motivador. É esse o caminho. Parabéns!

DanisohDani disse...

Oi, Mauro!

Vi sua palestra ontem no seminário da Prodesp e ADOREI!! como integrante da geração y, me identifiquei com muitas coisas que você falou: como a vontade de mudanças; mais atividade; integração; uso da internet 2.0 para auxiliar no trabalho e etc...

Trabalho em uma autarquia estadual e a palavra "mudança" aqui, e ainda na maioria das instituições do setor público, ainda é vista com medo; as estruturas hierarquicas são extremamente congeladas e intocáveis; e a grd burocracia breca vários projetos bons qd surgem.

Mas nada como um dia de cada vez, neh?
a partir de agora vou acompanhar o seu blog!

abraços
Dani

Mauro Segura disse...

Ok, Pedrovisky. Obrigado pelo elogio. A maioria das pessoas escrevem sobre o assunto sem realmente terem uma experiência real, e isto gera uma abordagem quase sempre acadêmica e teorica. O duro é encarar o leão no dia a dia. Abraços e obrigado por visitar o meu blog.

Mauro Segura disse...

Tiago. Esta pergunta é boa e pode valer um post, né? A questão é que eu vou sair de férias em setembro e o blog vai entrar de licença... hehehe. Abraços e obrigado por visitar e comentar no blog.

Mauro Segura disse...

Dani. É sempre uma delícia receber comentários como o seu. Obrigado pelo prestígio. A coisa mais certa que você escreveu foi dizer que "um dia de cada vez". As transformações verdadeiras normalmente acontecem de forma lenta e gradual. São estas que vêm para ficar. Portanto, comemore cada passo. Abraços e obrigado por visitar o blog. Ajuda a divulgá-lo.

Mauro Segura disse...

Instigante? Adorei este comentário.

Luiz disse...

Oi Mauro

Muito bom o seu texto. Gostaria de acrescentar mais uma dica de texto (também escrito pelo Hélio Teixeira, o mesmo cujo texto você referencia na primeira dica) que também toca nos aspectos culturais envolvidos nesse tipo de empreitada.

http://comunicacaochapabranca.com.br/?p=16495

Grande abraço

Luiz Puyol

Paulo Peres disse...

Parabéns Mauro!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...